============================================================================================
China - Pequim   -   Cidade Proibida Púrpura
   ============================================================================================
China - Pequim - Cidade Proibida Púrpura - China - Pequim - imagens de Pequim (Cidade Proibida Púrpura), é uma colaboração do amigo e colega de radioamadorismo, Henrique Warcman - PY2DVX, de São Paulo, SP - Brasil.
Pequim é a capital e a segunda maior cidade da República Popular da China.  Pequim, cujo nome em mandarim significa, literalmente, Capital do Norte, foi durante séculos, a mais populosa cidade do mundo, contando, hoje, com cerca de 10,3 milhões de habitantes (dados de 2010).  Situada ao norte do país, Pequim é famosa pela Cidade Proibida (em mandarim, zi jìn chéng), um conjunto de palácios dos imperadores chineses construído no século XV.  A cidade foi capital do Império Chinês de 1421 a 1911.  Em 1912, a capital foi transferida para Nanquim, e Pequim tomou o nome para Beiping (Wade-Giles: Peiping) (literalmente "Paz do Norte", em mandarim); Ocupada pelos japoneses entre 1937 e 1945, Pequim tornou-se novamente a capital da República Popular da China em 1949, com a denominação atual.
Ver mais sobre Pequim ...
Pequim - Cidade Proibida Púrpura - foi o palácio imperial da China desde a metade da Dinastia Ming até o fim da Dinastia Qing.  A Cidade Proibida localiza-se na zona central de Pequim (Beijing, em Mandarim).
Atualmente, todo o complexo palaciano é mais conhecido como Palace Museum, e cobre uma área de 720.000 m². - que equivale a um quadrilátero de 9 por 8 quarteirões - com 980 edifícios sobreviventes, e pouco mais de 8.700 aposentos.  Sua entrada principal se dá pela Cidade Imperial, a partir da maior praça do mundo - Praça da Paz Celestial - que mede em torno de 260.000 m².
Portão de acesso à Cidade Proibida através da Cidade Imperial
A Cidade Proibida é cercada por uma muralha de 7,9 m de altura, com uma profundidade média de 7,5 m. e que, ao sul, tem perfuradas 5 passagens constituindo a entrada principal ( Meridian Gate ), dentro da Cidade Imperial. A abertura central faz parte da Via Imperial, caminho de pedra no sentido sul-norte, onde só o Imperador podia passar, com exceção da Imperatriz, por ocasião do seu casamento.
Quem quer que ousasse atravessar seus portões sem a devida autorização, estaria sujeito a uma execução sumária e dolorosa.  Já fazia parte da tradição chinesa que as portas de todas as galerias e do jardim imperial fossem decoradas com nove fileiras de nove cravos.
O início da construção da Cidade Proibida se deu em 1407, mas já em 1420 estava completa. 1.000.000 de operários, incluindo 100.000 artesãos, trabalharam arduamente na longa tarefa.
Durante mais de cinco séculos serviu como residência do Imperador e do seu pessoal doméstico, sendo o centro cerimonial e político do governo chinês.
Portanto, foi sede de um governo que comandou o Império mais populoso da Terra, e continua sendo o maior palácio do planeta
Após a entrada principal - Meridian Gate - para alcançar o interior do Palácio é preciso atravessar o fosso de 52 m. de largura e 6 m. de profundidade que o circunda.  Só então se tem acesso ao primeiro portão ( Gate ), o da Suprema Harmonia, que exibe junto às escadas, dois leões em bronze.
Hall da Suprema Harmonia - era o símbolo do poder imperial e por isso tem a mais alta estrutura: 35,02 m. de altura, afora o teto decorado que, somando, atinge 37,44 m.  Para sustentar tal estrutura, lá estão 72 pilares distribuídos em seis fileiras.
Placa na fachada com o nome da Galeria da Suprema Harmonia
Grupo de imagens que formam um banner do Pátio entre o Portão da Suprema Harmonia e o Hall da Suprema Harmonia. - Detalhes nas imagens abaixo:
Parte 01 da imagem que formaria um banner do Pátio entre o Portão da Suprema Harmonia e o Hall da Suprema Harmonia
Parte 02 da imagem que formaria um banner do Pátio entre o Portão da Suprema Harmonia e o Hall da Suprema Harmonia
Parte 03 da imagem que formaria um banner do Pátio entre o Portão da Suprema Harmonia e o Hall da Suprema Harmonia
Parte 04 da imagem que formaria um banner do Pátio entre o Portão da Suprema Harmonia e o Hall da Suprema Harmonia
Hall da Suprema Harmonia - TaiHeDian - Nesta galeria situa-se o trono de Sândalo que foi um dos símbolos do poder imperial
O trono Ming do Hall da Harmonia Suprema é pintado de ouro e tem centenas de anos.  Embora tenha sido o maior símbolo do poder, na primeira metade do século passado, com os assuntos de Estado em decadente turbulência, ele foi abandonado e restou desaparecido por perto de 50 anos
A Cidade Proibida está listada pela UNESCO como a maior coleção de antigas estruturas de madeira preservadas do mundo
Detalhes em ouro adornam dragões por toda parte
O perfeccionismo inclui calhas lindamente decoradas
Não há ângulo externo ou interno que não cause sempre admiração pela exuberância de detalhes e profusão de cores
Jardim Imperial, construído em 1417
Abóbada do Pagode do Jardim Imperial
Pavilhão Miríades da Primavera ( Wanchunting ) no Jardim Imperial
Todos os detalhes têm um significado
O número de estatuetas nas pontas dos telhados representa a importância dos edifícios.   O menor deles pode ter de 3 a 5 delas
O Hall da Suprema Harmonia tem 10 estatuetas - o único edifício que podia ter esse máximo na época imperial
Hall da Suprema Harmonia - As estatuetas, começando da esquerda, uma imortal cavalgando uma fênix, seguida por: um dragão, uma fênix, um leão, um corcel celestial, um cavalo marinho, um SuAnNi, um YaYu, um XieZhi, um DouNiu e um HangSh
É tanta beleza que enseja um neologismo - uma deslumbrância!
Construções imperiais têm os telhados amarelos...
... enquanto os telhados de templos e seus portões são azuis
Templo do Céu
Abóbada do Templo do Céu
Se os tetos ostentam decorações deslumbrantes, os pisos das galerias principais foram pavimentados com "tijolos dourados" que demoravam meses a cozer, resultando em tijolos macios que tocam com um som metálico
Grupo de imagens que formam um banner do Painel dos nove dragões. - Detalhes nas imagens abaixo:
Parte 01 da imagem que formaria um banner do Painel dos nove dragões - De fronte ao Palácio da Tranquila Longevidade, o maior e melhor dos painéis de Nove Dragões na China, medindo 3,5 m. de altura e por volta de 30 m. de comprimento.  Dragão era o símbolo da longevidade, e também o da união da terra com o céu
Parte 02 da imagem que formaria um banner do Painel dos nove dragões - De fronte ao Palácio da Tranquila Longevidade, o maior e melhor dos painéis de Nove Dragões na China, medindo 3,5 m. de altura e por volta de 30 m. de comprimento.  Dragão era o símbolo da longevidade, e também o da união da terra com o céu
Parte 03 da imagem que formaria um banner do Painel dos nove dragões - De fronte ao Palácio da Tranquila Longevidade, o maior e melhor dos painéis de Nove Dragões na China, medindo 3,5 m. de altura e por volta de 30 m. de comprimento.  Dragão era o símbolo da longevidade, e também o da união da terra com o céu
Parte 04 da imagem que formaria um banner do Painel dos nove dragões - De fronte ao Palácio da Tranquila Longevidade, o maior e melhor dos painéis de Nove Dragões na China, medindo 3,5 m. de altura e por volta de 30 m. de comprimento.  Dragão era o símbolo da longevidade, e também o da união da terra com o céu
Portão da Pureza Celestial - Esquerda: Leoa dourada guardiã Qing - fêmea protegendo sua cria. - Direita: Leão dourado guardião Qing, macho subjugando um adorno representando o mundo.
Um segredo chinês a desvendar ?
Trono do Dragão Imperial - no Hall da Harmonia Preservada.  Este é um dos três halls centrais da Cidade Proibida, junto ao Hall da Pureza Celestial e o da Suprema Harmonia.  Assemelha-se a este último, porém em bem menor escala
Hall da Harmonia Preservada - Relevo nas escadas próximas à sala do trono.   O bloco de mármore pesa por volta de 250 toneladas, e mede 16,57 m. de comprimento, 3,07 m. de largura, e 1,7 m. de profundidade
De um baixo-relevo dourado, na parte residencial da Cidade Proibida
Um quarto nupcial na Cidade Proibida, com decoração tradicional chinesa para a ocasião
Após a ofensiva japonesa em 1931, todo o complexo palaciano ficou devastado


Peça para compor traje imperial chinês
Vaso em raro jade
Cobertura roxa com desenho de cogumelos mágicos, da dinastia Qing
Dois objetos em "blue porcelain" da dinastia Qing
Momento em que o sol começa a se pôr...
... e as luzes se acendem anunciando que aquele dia, na Cidade Proibida, findou
E assim, resta esperar por este novo alvorecer
China - Pequim   -   Cidade Proibida Púrpura