============================================================================================
Rio Grande do Sul - Pelotas -   Hospitais
   ============================================================================================
Outras instituições - Hospitais - Na Cidade de Pelotas, as instituições hospitalares, desde a região central, urbana e bairros. Quando couber, as fontes associadas a determinada apresentação serão citadas.
Sociedade Portuguesa de Beneficência
Rua Andrade Neves - Sociedade Portuguesa de Beneficência ao fundo.
Esquerda: Capela São Pedro. - Direita: Sociedade Portuguesa de Beneficência - Rua Andrade Neves, 915.
Sociedade Portuguesa de Beneficência - Rua Gomes Carneiro, 2065 - Saúde Maior - Segmento entre Rua Andrade Neves e Rua Gal. Osório. - Foto: Google Maps.
Sociedade Portuguesa de Beneficência - Saúde Maior - Esquina da Rua Gomes Carneiro, à esquerda e Rua Gal. Osório, à direita. - Foto: Adonai S. Canêz.
Sociedade Portuguesa de Beneficência - Saúde Maior - Rua Gal. Osório, 298 - Foto: Google Maps.
Em 21/06/1857, os agentes reúnem-se na casa do vice-cônsul e determinam pedir ajuda aos negociantes para, em ação conjunta de conseguir o maior número de sócios, já começando com 254 sócios. Por proposta de Vieira Pimenta, é nomeada uma comissão para angariar sócios e marca-se a data de 12/07/1857 para nova reunião, também no consulado, para prestar contas do trabalho.  Em 08/09/1857, quase dois meses depois, já com a devida autorização da Diretoria de Porto Alegre, reuniram-se os sócios para eleger, por escrutínio secreto, um procurador e 12 diretores, os quais, com os agentes, completavam a Diretoria. Foram eleitos presidente Francisco Luiz Ribeiro, secretário José Vieira Pimenta e tesoureiro Manuel Fernandes Lima, diretoria esta que, no dia 16/09/1957, data de aniversário do Rei de Portugal, instalaria a Sociedade Portuguesa de Beneficência de Pelotas, que ficou com certa dependência da Beneficência de Porto Alegre.  Ainda nessa reunião, procedeu-se à escolha do padroeiro do hospital, ficando resolvido que o mesmo ficasse sob a invocação de São Pedro, e é nomeada uma comissão para tratar da localização e instalação do hospital, que foi instalado na Rua da Igreja, esquina da rua S. Domingos, depois Gal. Vitorino e hoje Padre Anchieta.  O novo hospital é instalado, contando já a Sociedade com 350 sócios, e sob a proteção de S. M. Fidelíssima D. Pedro V, então rei de Portugal, a quem foi comunicada a fundação, e, convidado, aceitou ser seu protetor.
Fonte: http://www.beneficencia-pelotas.com.br/site/content/quem_somos/historia.php
Ver Capela São Pedro Retorna ao topo
Santa Casa de Misericórdia
Santa Casa de Misericórdia - Rua Santos Dumont entre as ruas 7 de Setembro (primeira esquina) e Gal. Neto (a esquina seguinte). - Fonte: www.vivaocharque.com.br/albuns/perello/perello04/perello04.htm
Santa Casa de Misericórdia - Rua Santos Dumont entre as ruas 7 de Setembro (primeira esquina) e Gal. Neto (a esquina seguinte). - Imagem de colaborador.
Santa Casa de Misericórdia - Rua Santos Dumont entre as ruas 7 de Setembro e Gal. Neto - Fachada da Capela São João Batista. - Fonte: www.vivaocharque.com.br/albuns/perello/perello04/perello04.htm
Santa Casa de Misericórdia - Rua Santos Dumont entre as ruas 7 de Setembro e Gal. Neto. - Imagem de colaborador.
Santa Casa de Misericórdia - Rua Santos Dumont entre as ruas Gal. Neto (primeira esquina) e 7 de Setembro (a esquina seguinte). - Fonte: www.vivaocharque.com.br/albuns/perello/perello04/perello04.htm
Santa Casa de Misericórdia - Rua Santos Dumont entre as ruas Gal. Neto (primeira esquina) e 7 de Setembro (a esquina seguinte). - Foto de colaborador
Santa Casa de Misericórdia - Rua Santos Dumont entre as ruas Gal. Neto.
Santa Casa de Misericórdia - 1846 - 1861. - A 4 de janeiro de 1846, foi realizada a 1ª reunião para tratar da fundação de um Hospital de Caridade, ocasião em que foi instituida a Irmandade da Santa Casa.  Em 19 de março de 1848, foi aberto solenemente o hospital, para atender a pobreza desvalida, em prédio na antiga rua S. Jerônimo (hoje Rua Marechal Floriano).  Somente em 2 de dezembro de 1861, foi colocada a pedra fundamental para a construção do atual prédio, sob a Provedoria do Conde de Piratini, João Francisco Vieira Braga.  Em 24 de junho de 1872, foi feita a transferência dos enfermos.
A construção foi feita em blocos, sendo a mais antiga a que tem 2 pisos, marcada pela regularidade das aberturas padronizadas, e pilastras coríntias, atribuída a José Vieira Pimenta.
Uma série de amplicação de novos blocos: a de 1900 - atribuida ao projeto de Guilherme Marcueci; a de 1915 do arquiteto Campos Monteiro; a de 1921 realizada pelo engenheiro Paulo Gertum; e, a de 1932 com projeto de Caetano Casaretto, dão ao hospital a dimensão atual.  A Capela São João Batista, que ocupa o centro da fachada foi finalizada em 1884, obra do arquiteto italizno José Isella.
Texto: www.vivaocharque.com.br/albuns/Perello/Perello04/Perello04.htm
Bibliografia: A Cidade de Pelotas - de Fernando Luís Osório - 100 Imagens da Arquitetura Pelotense. Foto: fonte não declarada.
Fonte: http://www.beneficencia-pelotas.com.br/site/content/quem_somos/historia.php
Ver Capela São João Batista Retorna ao topo
Rio Grande do Sul - Pelotas   -   Outras instituições - Hospitais