Notícias Locais/Regionais:
    Diário Popular - Pelotas, RS 
    Correio do Povo - P. Alegre, RS 
    Zero Hora - Porto Alegre, RS
 
    Jornal Agora - Rio Grande, RS 

clicRBS

Últimas notícias

Carregando...

  Clima:   
   Pelotas - RS 
   Toda Região Sul 
   Geral - escolher região 
   Região sujeita a Raios/Trovoadas 
 WebCams no Brasil:   
  Rio de Janeiro-RJ Copacabana 
  R. de Janeiro-Copacabana Palace hotel 
  Natal-RN Ponta Negra beach 
  R. Janeiro Copacabana Beach Posto6 
  Santos-SP Itapecirica 
  Guarujá-SP - 16 Câmeras Robóticas 
 Câmeras pelo mundo:   
  Câmeras no mundo - Seleção e pesquisa 
Click to get your own widget
Osmar do Prado e Silva

...

Veja imagens de Satélite em Tempo Real   
Clique na imagem


Natureza Brasileira - Flora do Brasil - Frutos - pág. 1, é uma colaboração de Raul Mendonça
São Luís, MA - Brasil
 
Em "Frutos do Brasil pág. 01" estamos apresentando imagens e alguns comentários sobre os frutos cultivados, produzidos e/ou, introduzidos no Brasil, independentemente de suas origens.   Ao final de cada apresentação, procuraremos disponibilizar um link para redirecionar para outros sites contendo informações históricas, predominantemente para a enciclopédia Wikipédia.
Esta página abrange de:   [Abacate]   a  [Araticum].
Abacate.
Esquerda: Fruto Fechado - centro e Direita: Fruto aberto mostrando o caroço.
 
Esquerda: Fruto cortado e servido para consumo - Direita: Abacateiro com frutos.
Abacateiro com frutos.
Origem: Abacate é o pseudofruto comestível do abacateiro (Persea americana), uma árvore da família da laureáceas nativa do México ou da América do Sul.
A b a c a x i   o u   A n a n á.




 
Origem: Ananás ou Abacaxi (Ananas comosus ou Ananas sativus; Bromeliaceae), da América Central e México.
Ver Abacaxi
A b i u   o u   A b i á h.


Origem: 1 - Abiu (Lucuma caimito; Sapotaceae), da Amazônia;   2 - Abiu-cutite (Pouteria macrophylla);   3 - Abiu-do-cerrado (Pouteria ramiflora);   4 - Abiu-piloso (Pouteria torta);   5 - Abiu-preto (Pouteria ramiflora; Sapotaceae), Amazônia e Centro-Sul do Brasil.   -   Ver Abiu
A b o i r a n a.
 
Esquerda: Fruto fechado   -   Direita: Fruto aberto mostrando a polpa e os caroços.
 
Esquerda: Fruto aberto longitudinalmente   -   Direita: Fruto aberto mostrando a polpa, por fora os caroços, ao lado, frutos fechados.
A árvore.
A árvore com os frutos.
Origem: Aboirana (Pouteria venosa) é uma árvore perene de crescimento 12-24 metros de altura.   É um nativo do norte da América do Sul.   Pode ser encontrada na Guiana, Suriname e Brasil.   -   Ver Aboirana
A b r i c ó   o u   D a m a s c o.
A árvore com uma das variedades.   Abricó é o nome dado a várias frutas de gêneros e mesmo famílias diferentes: (a) Prunus armeniaca conhecido como Abricó ou Damasco, da família Rosaceae; (b) Abricó-de-macaco, da família Lecythidaceae (c) Abricó-do-pará, da família Clusiaceae; e, (d) Abricó-da-praia, da família Sapotaceae.
 
Esquerda: Prunus armeniaca conhecido como Abricó ou Damasco, da família Rosaceae   -   Direita: Abricó-de-macaco, da família Lecythidaceae.
 
Outras variedades do abicó.
 
Origem: Não identificada.   -   Ver Abicó
A b u t u a   -   g r a n d e.
Arbusto sarmentoso (Chondodendron platyphyllum), da fam. das menispermáceas, nativo do Brasil (MG, ES ao PR), de frutos vermelhos comestíveis e raízes com propriedades medicinais; abutua-da-terra, abutua-legítima, abutua-preta, baga-da-praia, batata-brava, butua, capeba, orelha-de-onça, uva-do-mato.
 
Também conhecida como jabuticaba-de-cipó e uva-do-mato.
Origem: Nativo do Brasil (MG, ES ao PR).   -   Ver Abutua-grande
A ç a í   o u   U a ç a í.


Origem: Espécie monocotiledônea nativa da várzea da região amazônica, especificamente dos seguintes países: Venezuela, Colômbia, Equador, Guianas, e Brasil (estados do Amazonas, Amapá, Pará, Maranhão, Rondônia, Acre e Tocantins ), assim como em Trinidad e Tobago e nas bacías do Pacífico na Colômbia e no Equador.   -   Ver Açaí
A c e r o l a   o u   C e r e j a - d a s - A n t i l h a s.




Flores e frutas verdes.
Flores fechadas, abertas e frutos verdes.
Acerolas maduras.
Origem: A acerola (Malpighia emarginata ou Malpighia glabra), também conhecida popularmente como cereja-das-antilhas ou cereja-de-barbados, tem origem nas Antilhas, América Central e norte da América do Sul. Pertence à família das Malpighiaceae.
Ver Acerola
A c h a c h a i r u.
 

 

 

Origem: Há poucos estudos consistentes sobre esta espécie. Encontra-se em grande quantidade no departamento de Santa Cruz, na Bolívia.   -   Ver Achachairu
A j u r u   o u   U a j u r u.
 



Origem: Aqui no Brasil, a espécie é conhecida também como abajurú, abajerú, bajerú, guajurú, entre outros nomes populares, ocorrendo no litoral brasileiro e também no litoral dos paises do norte da América do Sul, América Central, México, bem como na costa ocidental da África.   -   Ver Ajuru
A l f a r r o b a.
Vagens de alfarroba penduradas na árvore.   Note que as vagens velhas podem ficar penduradas por anos.
 
Esquerda: Vagens de alfarroba   -   Direita: Folíolos da árvore de alfarroba.
A árvore da alfarroba ou alfarrobeira.
Outra alfarrobeira.
Origem: A alfarrobeira (Ceratonia siliqua) é uma árvore de folha perene, originária da região mediterrânica que atinge cerca de 10 a 20 m de altura, cujo fruto é a alfarroba.   -   Ver Alfarrobeira
A m e i x a.
O fruto na árvore   -   Ameixeira, ameixoeira ou ameixieira são os nomes por que são conhecidas algumas espécies de árvore de fruto do subgênero Prunus, incluso no gênero Prunus da família botânica Rosaceae (a que pertencem também a cerejeira e o pessegueiro). A ameixeira-da-baía é, contudo, do gênero Ximenia. O seu fruto é a ameixa.
São classificadas em grupos chamados Japonesa, Americana e, Ornamenta.
O fruto inteiro e, cortado mostrando o caroço.
Ameixa silvestre.
 
Esquerda: Ameixa amarela japônica.   -   Direita: Ameixa amarela.
Origem: A espécie japonesa (Prunus serrulata), apesar do seu nome, teve a sua origem provável na China.   A Prunus domestica, ou ameixeira-europeia teve origem na Ásia Menor, a sul do Cáucaso.   -   Ver Ameixa
A m ê n d o a.
 
Esquerda: Amendoas verdes (PA).   -   Direita: Amendoeira em flor perto de Urueña, em Valladollid, na Espanha.
 
Esquerda: Uma amendoeira.   -   Direita: Amêndoas na Amendoeira.
 
Esquerda: Frutos verdes na amendoeira.   -   Direita: Amendoeira em flor.
Amendoeira com frutos.
Amêndoa sete copas.
Origem: A amendoeira é originária das regiões quentes e áridas do Oeste da Ásia, sendo levada, provavelmente, para a Grécia e Norte da África durante a época pré-histórica.   Alguns autores, porém, consideram o Norte da África como local de origem desta espécie.   -   Ver Amêndoa
A m e n d o i m.
O fruto, sem casca é revestido de uma pele vermelha, amarela ou branca.
 
Esquerda: O fruto com casca, que se densenvolve subterraneamente.   -   Direita: Pé de amendoím, mostrando a parte aérea e a parte subterrânea (llustração).
 
Esquerda: Frutos fechado na casca e frutos na casca aberta.   -   Direita: Amendoeira em flor.
Lavoura de amendoim.
Origem: O amendoim é uma planta originária da América do Sul (Brasil e países fronteiriços: Paraguai, Bolívia e norte da Argentina), na região compreendida entre as latitudes de 10º e 30º sul, com provável centro de origem na região do Chaco, incluindo os vales do Rio Paraná e Paraguai.   -   Ver Amendoim
A m o r a.
O fruto - Amora cultivada em Morus-SP.
 
Esquerda: O fruto - amora preta.   -   Direita: Amoreira.
Origem: Origem: (a) - Amora-branca: Maclura tinctoria, Moraceae, árvore dióica, nativa do Brasil, também chamada taiúva.  -  (b) - Morus alba, Moraceae, árvore mono ou dióica, nativa da China.  -  (c) - Rubus erythrocladus Rosaceae, arbusto, nativa do Brasil.   Também chamada amora-verde e amora-do-mato. - (d) - Amora-preta: Morus nigra, Moraceae, árvore geralmente dióica, nativa da China e Japão.  -  (e) - Rubus sellowii, Rosaceae, arbusto, nativa do Brasil.   Tambám chamada amora-do-mato.  -  (f) - Rubus ulmifolius Rosaceae, arbusto, nativa da Europa e América do Norte.  - (g) - Amora-vermelha: Rubus rosifolius, Rosaceae, arbusto ou sub-arbusto, nativa do Brasil.  Também chamada morango-silvestre.   -   Ver Amora
A p u r u í.
Fruto seco, fechado.
Fruto seco, aberto, mostrando a polpa e as sementes.
 
Frutos verdes.
 
Esquerda: O fruto na árvore.   -   Direita: Frutos maduros.
Árvore na pré floração.
Árvore na floração.
Origem: Não identificada  -  nome vulgar de quatro árvores rubiáceas (Amaioua monteroi, Standl; Thieleodoxa verticillata, Ducke; T. sorbilis, Ducke e Duroia macrophylla, Hub.). F. t. indígena.   -   Ver Apuruí
A r a ç á.
Araçá   -   Araçá-rosa, araçá-amarelo, araçá-vermelho, araçá-de-comer, araçá-comum, araçá-de-coroa, araçá-da-praia, araçá-do-campo, araçazeiro, araçaeiro ou simplesmente araçá é uma árvore da espécie Psidium cattleianum, da família Myrtaceae.
Araçá-rosa no Paraná, no Brasil.
Flor de araçá nas Ilhas Reunião.
 
Esquerda: Frutos de araçá.   -   Direita: Ramo com frutos na ilha de Maui, no Havaí.
Origem: A espécie é encontrada na Mata Atlântica, em especial na floresta ombrófila densa e de restinga (como, por exemplo, no município de Ilha Comprida, no litoral de São Paulo), mas também pode ocorrer em cerrados, matas de tabuleiro litorâneos e no Planalto Meridional.   Ocorre desde o Piauí até o Rio Grande do Sul.   É bastante cultivada em pomares domésticos, principalmente na Região Sul do Brasil.   -   Ver Araçá
A r a t i c u m   o u   A r i t i c u m


A figura 1: A - mostra uma árvore com altura de cerca de 5 metros, com frutos maduros e de vez;  a figura 1: B - mostra os ramos portando frutos; e, a figura 1: C - mostra a ritidoma (casca externa do tronco e ramos).
Origem: Núcleo Rural Boa Esperança II, Distrito Federal. 16/02/2007.   Fonte: http://www.biologo.com.br/plantas/cerrado/araticum.html.
Origem: O araticum-do-cerrado (Annona crassiflora), da família Annonaceae, é uma fruta nativa do cerrado brasileiro, popularmente chamada de marolo, cabeça-de-negro ou bruto.   Outros frutos que pertencem à família Annonaceae têm forma parecida com o araticum-do-cerrado, como a ata, também conhecida como pinha ou fruta-do-conde.   O nome araticum vem do tupi e significa "fruto mole".   -   Ver Araticum
Pu3yka - Brasil - Natureza Brasileira - Flora do Brasil - Frutos - pág. 1